Icone informações
Quero agendar
uma consulta
Icone informações
Quero mais
informações
Sobre o que você deseja saber?
Preencha os dados abaixo, selecione o assunto de interesse e receba informações exclusivas!

Anovulação: O que é, Sintomas e Tratamentos

Anovulação: O que é, Sintomas e Tratamentos

Postado em: 23 de janeiro de 2020

O sistema reprodutor feminino é um tanto complexo. Isso porque existem diversos processos no organismo da mulher que podem garantir a fertilidade ou provocar a infertilidade. Neste caso, a fertilidade feminina é influenciada por diversos aspectos relacionados ao bom funcionamento do seu sistema reprodutor, como a ovulação e a anovulação, o equilíbrio hormonal e o […]

O sistema reprodutor feminino é um tanto complexo. Isso porque existem diversos processos no organismo da mulher que podem garantir a fertilidade ou provocar a infertilidade. Neste caso, a fertilidade feminina é influenciada por diversos aspectos relacionados ao bom funcionamento do seu sistema reprodutor, como a ovulação e a anovulação, o equilíbrio hormonal e o estado de saúde da mulher. 

Sendo assim, a infertilidade ou dificuldade de engravidar pode atingir as mulheres por diversos fatores diferentes, ocasionados por um desequilíbrio hormonal, que normalmente acarreta uma disfunção no crescimento ou liberação do óvulo ou por algumas doenças associada. 

Alguns exemplos são a síndrome dos ovários policísticos (SOP), a endometriose, infecções no útero e a anovulação, entre outras. Além disso, a idade da mulher é um dos fatores mais importantes e que pode influenciar na fertilidade. 

A anovulação, por exemplo, é um dos principais fatores que influenciam a fertilidade de quem está tentando engravidar, justamente por não permitir dias férteis. Isso seria até completamente normal, se os sintomas não se tornassem frequentes. 

Se você acha que esse pode ser o seu problema, continue lendo o texto a seguir, que vamos explicar mais a fundo o que é anovulação, suas causas, quais exames fazer, sintomas e tratamentos. 

Vamos lá! 

O que é ovulação?

diagrama mostrando utero e ovários na anovulação

Anovulação é a ausência da ovulação no ciclo menstrual.

Para começar a entender a fertilidade feminina, é preciso saber o que é ovulação e por que ela é fundamental para que uma gravidez aconteça. 

A ovulação faz parte de uma das etapas do ciclo menstrual feminino. Ou seja, é a fase em que o ovário libera o óvulo para ele chegar até as trompas de Falópio, ser fecundado e o embrião então seguir em direção ao útero e ocorrer a implantação.. 

No entanto, há casos em que o ciclo menstrual da mulher é caracterizado pela ausência de ovulação, impossibilitando a gravidez durante esse período. Normalmente, a quantidade de ciclos por ano depende da duração do ciclo menstrual de cada mulher, que geralmente costuma ser de 21 a 35 dias. 

Sendo assim, no caso de uma mulher com ciclos menstruais regulares, ela terá aproximadamente 13 menstruações por ano, sendo que algumas serão anovulatórias. Portanto, isso é perfeitamente normal, embora seja um problema para quem esteja tentando engravidar. 

Assim, basta ter isso em mente na fase de concepção, pois um ciclo anovulatório pode ser o motivo para você não engravidar na primeira tentativa. Além disso, algumas alterações hormonais decorrentes da aproximação da menopausa, podem tornar os ciclos anovulatórios mais frequentes. 

Então, o que é anovulação? 

Portanto, a anovulação é a ausência da ovulação no ciclo menstrual, quando o folículo não amadurece e o óvulo não é liberado pelo ovário. Embora seja normal, pode também indicar algum tipo de distúrbio, principalmente hormonal. 

Sendo assim, quando a anovulação acontece, isso significa que os hormônios não estão funcionando por algum motivo e não atingiram os níveis adequados para desencadear a ovulação. 

Diferença entre os ciclos ovulatórios e anovulatórios 

Mulheres que possuem menstruações regulares costumam sentir alterações cíclicas no corpo vivenciadas por desconforto ovulatório no baixo-ventre, aumento dos seios com a proximidade da menstruação ou sinais de TPM. Quando isso acontece é sinal de estar passando por um ciclo ovulatório. 

O ciclo ovulatório também pode ser comprovado através de testes de ovulação e gráficos de temperatura corporal basal. 

No entanto, quando as menstruações são irregulares os ciclos anovulatórios são comuns, principalmente se o ciclo menstrual for consideravelmente reduzido (menor que 24 dias) ou prolongado (mais de 35 dias). 

Causas da anovulação 

mulher com mãos em volta do ventre indicando a anovulação

A Síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma das principais causas da anovulação.

Como dissemos, a anovulação pode ser causada por um desequilíbrio hormonal, que podem ser causado por diversos fatores ou algumas doenças, como: 

  • Síndrome dos ovários policísticos (SOP); 
  • Disfunção tireoidiana ou alteração no funcionamento da glândula tireóide (Hipo ou Hipertireoidismo); 
  • Peso muito abaixo do normal ou muito acima; 
  • Tumores, especialmente localizados na hipófise, que levam ao aumento do hormônio prolactina; 
  • Menstruações irregulares ou com atrasos de até dez dias ou mais; 
  • Ciclos menstruais curtos (menos de 25 dias); 
  • Estresse; 
  • Exercícios físicos extremos; 
  • Dieta desequilibrada ou desnutrição; 
  • Endometriose; 
  • Adenomas. 

Como detectar um ciclo anovulatório? 

Geralmente, para detectar se a mulher está ovulando o ginecologista solicita uma série de exames de ultrassom, como a Ultrassonografia transvaginal. Através desse exame ele consegue confirmar o amadurecimento dos folículos, as características do endométrio, a ovulação e a formação do corpo lúteo. 

Normalmente, são necessários três ou quatro sessões em um intervalo de dois ou três dias para monitorar esses processos. Além disso, é possível fazer um exame de sangue para verificar os níveis hormonais de acordo com a fase do ciclo menstrual. 

Por exemplo, na fase folicular (3.o ao 5.o dia) são medidos os níveis dos hormônios folículo-estimulante (FSH) e luteinizante (LH), da prolactina, dos hormônios da tireoide e do estradiol. 

Além disso, em um ciclo menstrual regular, o nível de progesterona é verificado no meio da fase lútea (entre o 20.o e o 23.o dia), sendo que uma ovulação completa é confirmada se o ultrassom indicar a formação do corpo lúteo e se detectar esse pico de progesterona na fase lútea. 

Mas no caso de anovulação ou segunda fase incompleta, o ginecologista pode prescrever um tratamento, dependendo da causa do distúrbio. Esses são os exames mais comuns que podem ser solicitados, mas existem outros dependendo da necessidade da paciente. 

Sintomas da anovulação 

desenho mostrando ciclo menstrual leve na anovulação

Um dos sintomas da anovulação é um ciclo menstrual leve.

Reconhecer o ciclo anovulatório é relativamente fácil se a mulher conhece todos os sintomas durante os seus ciclos e se ela está atenta ao seu corpo. Portanto, da mesma forma que há sintomas para a ovulação, há alguns sintomas da anovulação que podem ser percebidos pela mulher, como por exemplo: 

  • Menstruação leve e irregular; 
  • Descarga de secreção similar ao leite nos mamilos; 
  • Amenorreia (ausência da menstruação); 
  • Ausência de dor ou sensibilidade nos seios; 
  • Aumento de pelos no corpo e rosto. 

Formas naturais de regular a ovulação 

Apesar de haver tratamentos específicos para estimular a ovulação e evitar ciclos anovulatórios, também existem algumas maneiras naturais para incentivar o organismo a ovular, como por exemplo: 

  • Mude sua alimentação, tentando consumir mais alimentos orgânicos e evitando frituras ou muito açucaradas; 
  • Abandone os maus hábitos, parando de fumar e limitando o seu consumo de álcool; 
  • Exercite-se regularmente para evitar o peso corporal inadequado e para manter um peso saudável, além de aliviar o estresse; 
  • Melhore a duração e a qualidade do seu sono, tentando dormir regularmente no mesmo horário e ajustando a de temperatura do seu quarto. 

Tratamento para a anovulação 

mulher tentando entender porque não consegue engravidar

É fundamental tratar a anovulação para tentar engravidar.

Se você está tentando engravidar, o tratamento da anovulação é fundamental. Portanto, primeiro realize todos os exames necessários para que o médico possa indicar o melhor tratamento, de acordo com as causas da sua condição. 

Por exemplo, mulheres com anovulação provocada pela SOP o tratamento mais indicado é a estimulação ovariana. No caso do excesso de peso, indica-se uma dieta para redução da gordura corporal. 

Algumas técnicas de reprodução assistida também podem ser utilizadas em pacientes com anovulação, sendo que as taxas de sucesso de gravidez podem chegar a 60% dependendo da técnica utilizada. 

Um exemplo é a fertilização in vitro (FIV), em que em uma das etapas, denominada estimulação ovariana, se possibilita que os ovários produzam um número maior de folículos e, consequentemente, de óvulos. Com isso, é possível retirar esses óvulos e fecundá-los com espermatozoides em laboratório. 

De qualquer forma, seja qual for a causa da anovulação, o médico será capaz de indicar o melhor tratamento.