Como engravidar de gêmeos?

Para muitos pais, engravidar de gêmeos é um grande sonho. Ver os filhos crescendo juntos, criando laços e se desenvolvendo com o apoio um do outro é lindo de se observar.

Este é o seu caso? Pois bem!

É importante que você saiba, então, que não existe nenhuma fórmula mágica para a gravidez de dois ou mais bebês. Tampouco há controle sobre isso.

Mas no caso de um tratamento de reprodução assistida, engravidar de gêmeos é praticamente muito comum.

Saiba mais sobre o assunto abaixo!

Gestação Monozigótica X Gestação Dizigótica

gemeos deitados lado a lado
Para engravidar de gêmeos é preciso haver alguns fatores envolvidos.

A gestação de gêmeos pode acontecer quando a mulher apresenta algum dos seguintes pré-requisitos:

  • Tem gêmeos na família;
  • Tem um irmão ou irmã gêmeo(a);
  • Realiza  algum tratamento contra infertilidade;
  • Apresenta ovulação dupla;
  • Tem mais de 35 anos.

Considerando estes fatores, a gravidez gemelar pode ocorrer de dois modos diferentes. São elas: a de gêmeos univitelinos, e a de gêmeos bivitelinos.

Um ciclo menstrual tem em média duração de 28 dias, mas este intervalo pode variar de acordo com o organismo da mulher.
O processo de ovulação ocorre durante o ciclo menstrual e consiste na liberação do óvulo pelos ovários.

O óvulo é o gameta feminino, liberado após o amadurecimento de um folículo ovariano. Assim que disponibilizado, o óvulo permanece na tuba uterina da mulher, aguardando o encontro com espermatozóides liberados através da ejaculação do homem.

Um óvulo permanece disponível para fecundação por, no máximo, 72 horas. Após esse período, ele é degenerado pelo organismo. Cerca de 14 dias depois, então, ocorre a menstruação.

Este processo  consiste na descamação do endométrio, que é a camada interna do útero, e através da estimulação hormonal é espessado para ocorrer a implantação do embrião

Gestação dizigótica

A primeira opção possível,a gestação bivitelina, ocorre quando há a fecundação de dois ou mais óvulos por espermatozoides. Isso ocorre quando a mulher apresenta uma ovulação dupla em algum ciclo menstrual.

A liberação de mais do que um óvulo pode ocorrer por diversos motivos, entre eles através da indução da ovulação, técnica comumente utilizada em tratamentos em clínicas de reprodução assistida.

Caso, então, a mulher libere mais de um óvulo, ambos ficarão disponíveis para a fecundação. Se ambos forem fertilizados por espermatozóides, dará-se origem a dois embriões diferentes.

Nesta situação, a gestação será composta por duas placentas diferentes, duas bolsas amnióticas diferentes e os gêmeos não serão  idênticos, podendo então ter sexos diferentes.

Gravidez Monozigótica

Neste caso a gestação resulta da fertilização de apenas um óvulo. Durante o processo de divisão celular o embrião passa por um processo de duplicação.

Como consequência, os dois embriões compartilharão da mesma placenta e da mesma informação genética, ou seja, terão o mesmo sexo. A bolsa amniótica pode ou não ser a mesma, dando origem a uma gestação monocoriônica ou dicoriônica, respectivamente.

Infertilidade: o que fazer?

Quando a mulher apresenta dificuldade em engravidar, precisa procurar seu ginecologista. Normalmente, a investigação é feito após um ano de tentativas sem sucesso de concepção porque, o casal pode demorar até 12 meses para obter a gestação, já que há 20% de chance de gravidez por mês.

É importante que o casal passe por investigação pois a infertilidade pode ter origem em fatores masculinos e/ou femininos.

Com a causa da infertilidade diagnosticada, o médico poderá avaliar a melhor conduta para o caso, e indicar caso necessário alguma técnica de reprodução assistida.

As técnicas de reprodução assistida

De qualquer forma, a técnica sugerida pelo especialista varia de acordo com o quadro dos pacientes.  Para situações mais simples, por exemplo, como a irregularidade da ovulação, o coito programado pode ser suficiente.

Essa técnica, coito programado, consiste na técnica que induz a ovulação feminina por meio de remédios hormonais.

Acompanhando esse processo, o médico consegue datar com exatidão a ovulação, e então instrui o casal a intensificar a prática sexual neste período. Com o óvulo disponível, a fecundação tende a se realizar.

Já a inseminação artificial é indicada para diversas outras situações, como da pouca mobilidade dos espermatozoides. Neste processo, a mulher também passa pela indução da ovulação.

Assim que o óvulo é liberado, o médico recolhe os espermatozoides do homem, geralmente por meio da masturbação. Em seguida, insere esses espermatozoides ao fundo do útero da mulher.

De lá, os gametas podem nadar até a tuba uterina e buscar o óvulo. A fertilização geralmente se torna mais fácil, uma vez que o caminho a ser percorrido pelas células masculinas é menor.

Finalmente, na fertilização in vitro tanto óvulo, quanto espermatozoides, são coletados. O primeiro, novamente liberado por meio da indução da ovulação. Os gametas são levados ao laboratório, e colocados juntos. Com isso, ocorre a fecundação.

Depois, o embrião gerado é cultivado por cerca de cinco dias, e depois transferido para o útero da mulher. Caso consiga se prender ao endométrio, dá-se início à gravidez.

Existem também outros métodos de reprodução assistida. Em qualquer desses tratamentos, há maior possibilidade da mulher engravidar de gêmeos. Isso uma vez que o processo de indução da ovulação pode liberar mais de um óvulo.

A chance de ocorrência de uma gestação múltipla na inseminação artificial é de cerca de 10%. Na fertilização in vitro, a possibilidade de ter gêmeos fica entre 20% a 25%.

Como engravidar de gêmeos?

mulher deitada na cama com seus filhos gêmeos
A indução de ovulação pode ajudar a engravidar de gêmeos.

Uma mulher que deseja muito engravidar de gêmeos pode, então, adotar ao tratamento de indução da ovulação, feito por meio de remédios específicos.

Contudo, isso deve ser feito somente com a prescrição e auxílio de um médico. Apenas o especialista pode indicar o remédio e a dosagem adequada, assim como fazer o acompanhamento do processo.

As chances de gravidez gemelar também aumentam quando a mulher tenta conceber logo após deixar de tomar suas pílulas anticoncepcionais.

Afinal de contas, o corpo leva alguns meses para estabilizar o seu processo de ovulação. Por esse motivo, nos primeiros três meses pós-anticoncepcional o corpo costuma liberar mais de um óvulo por ciclo.

Também pode ser uma estratégia engravidar até os 35 anos. Isso porque, a partir desse período, o ciclo fértil feminino muda. Veja: a mulher nasce com todos os seus folículos ovarianos, os quais amadurecerão e se transformarão em óvulos ao longo da vida. Logo, seu estoque de de óvulos também envelhece conforme os anos passam.

A partir dos 35 anos, os gametas já estarão mais velhos, e o organismo feminino passará por uma desordem. Assim, engravidar até essa idade cria maior segurança de obter óvulos saudáveis.

A gravidez até os 50 anos, contudo, também não é de todo ruim para quem deseja gêmeos. Mesmo que seja mais difícil engravidar nessa idade, devido à proximidade da menopausa.

Isso ocorre porque, até a menopausa, a mulher vivencia um grande aumento do hormônio estrogênio em seu corpo. Essa situação favorece a liberação de mais de um óvulo por mês, uma vez que há certa desordem hormonal no organismo. Com mais de um óvulo disponível, aumenta-se a possibilidade de uma gestação bivitelina.

É possível engravidar de gêmeos enquanto amamento outro bebê?

Estudos sugerem a maior chance da gravidez gemelar ocorrer enquanto a mãe ainda amamenta um bebê recém-nascido. Novamente, contudo, a prática não é indicada pelos especialistas.

Afinal de contas, o corpo da mulher precisa de certo tempo para se recuperar de todas as mudanças pelas quais passa em uma gestação. Emendar uma gravidez na outra pode ser bastante desfavorável a essa recuperação.

Qual a ligação entre engravidar de gêmeos e ter gêmeos na família?

Quando a mulher tem histórico de gêmeos em sua família, tem possibilidades mais concretas de engravidar de gêmeos. Esse dado existe porque essa maior chance é hereditária.

De qualquer forma, de nada adianta que essa ligação gemelar esteja do lado do homem – não há ligação hereditária que o torne mais capaz de conceber gêmeos.

Os mitos sobre como engravidar de gêmeos

bebês gêmeos deitados umd o lado do outro
Há váriso mitos envolvidos no conceito de engravidar de gêmeos.

Alimentação versus gêmeos

Se você anda pesquisando sobre como engravidar de gêmeos, talvez já tenha se deparado com uma série de dicas sobre alimentação. Segundo alguns portais, vários alimentos poderiam favorecer a gravidez gemelar – o que, segundo especialistas, é uma informação falsa.
Não existem alimentos que aumentem as chances de engravidar de gêmeos.

Mesmo que esses alimentos sejam “gêmeos” (duas bananas “coladas” uma à outra, por exemplo). Sugestões deste tipo têm mais a ver com a crença popular.

Qual a melhor posição sexual para engravidar de gêmeos?

Toda e qualquer sugestão que indique uma posição sexual ideal para engravidar é falsa. A gravidez ocorre por meio do encontro dos gametas no corpo feminino, e não importa de que modo os espermatozoides chegarão até o óvulo. Uma posição pode, ainda menos, definir o sexo da criança, ou o número de embriões gerados.

Tudo isso significa que, para engravidar, a mulher precisa estar em seu período fértil. Ou seja, estar com seu óvulo disponível para fecundação na tuba uterina.

Deve também estar com a sua saúde em dia, assim como seu parceiro. A posição sexual utilizada para a fecundação não fará nenhuma diferença no resultado.

Ácido fólico ajuda a engravidar de gêmeos?

Outro mito bastante comum, especialmente na internet, é de que o ácido fólico poderia ajudar a conceber gêmeos. Contudo, a substância não tem nenhum efeito deste tipo.

Na verdade, o que o ácido fólico faz é garantir uma gestação saudável, já que previne problemas no desenvolvimento do sistema nervoso do bebê.

Por esse motivo, aliás, é sempre interessante que a mulher inicie o consumo do ácido fólico, com prescrição médica, assim que decidir iniciar as tentativas de concepção.

Riscos de uma gravidez de gêmeos

Independentemente do modo como a gravidez de gêmeos é obtida – de forma natural, por tratamento contra a infertilidade – existem alguns riscos em conduzi-la.

Por isso, é essencial que a futura mamãe conte com o acompanhamento próximo de seu médico.

Deste modo, o especialista poderá acompanhar a saúde da gestante e do bebê; o desenvolvimento do feto; indicar alimentação mais adequada; prescrever remédios para a suplementação; e mais. Além de tudo, esse tipo de acompanhamento costuma ser fundamental para prevenir problemas como o diabetes gestacional.

O principal risco relacionado a uma gravidez gemelar é o nascimento prematuro dos bebês. Isso porque, em teoria, o útero materno conta com espaço apenas para um embrião. Próximo à 37ª semana de gestação contudo, os fetos encontram certa falta de espaço para se desenvolverem.

Uma gravidez pode durar até 42 semanas, e esse nascimento antes da hora geralmente requer que os recém-nascidos permaneçam internados por certo tempo. Especialmente para ganharem peso e obterem a capacidade de respirarem sozinhos.

Além disso, os sintomas de uma grávida de gêmeos costumam ser mais intensos. Habitualmente, eles também se iniciam mais cedo do que o comum, em torno de quatro a seis semanas.

Essa gestante, então, costuma apresentar mais enjoo, dores abaixo do ventre, varizes, estrias e inchaço. Tais quais hemorroidas e falta de ar.

Ainda é comum que as mães de gêmeos sofram certa angústia no pós-parto, devido à ansiedade em amamentar. Inclusive porque, em muitos casos, não será possível amamentar as duas crianças de forma simultânea.

Casos de estresse podem, inclusive, dificultar a produção de leite pelo organismo. Logo, é fundamental que o obstetra ofereça uma assistência atenciosa aos pais, tanto antes, quanto depois do nascimento dos gêmeos.

Agora que você já sabe como engravidar de gêmeos, procure seu médico. Juntos, vocês poderão verificar as reais possibilidades dessa concepção. Poderão, ainda, definir os cuidados mais adequados para uma gravidez saudável e bem sucedida.

Open chat
💬 Precisando de ajuda?
Olá👋Como posso te ajudar?