Solicite uma conversa

Como funcionam os tratamentos de infertilidade?

Iniciam-se pelos tratamentos mais simples, para depois passar para os mais complexos, assim, deve-se chegar a um diagnóstico da causa da infertilidade e escolher dentre as formas de tratamento, a de melhor custo-benefício.

Muitas pacientes acabam submetendo-se à fertilização in vitro porque os resultados são ótimos e rápidos. Outras formas mais simples seria a administração de medicamentos ou hormônios, que podem ser muito eficazes. O coito programado é uma forma de tratamento quando há possibilidade de engravidar naturalmente, assim o médico indicará o melhor dia e hora da relação sexual. A inseminação intrauterina consiste na deposição dos melhores espermatozoides no interior do útero no momento oportuno, determinado pelo controle ultrassonográfico e dosagens hormonais. As cirurgias visam à restauração da fertilidade natural ou melhorar os resultados da reprodução assistida.

A indicação cirúrgica deve ser muito precisa, pois há riscos de iatrogênicas. Isto é, a cirurgia ao invés de melhorar, pode piorar ou comprometer de vez a sua fertilidade. A fertilização in vitro está muito popularizada e é relativamente fácil para o médico ginecologista realizar, desde que ele tenha o apoio de um bom laboratório. Administram-se os hormônios, retiram-se os óvulos num laboratório de reprodução assistida e transferem os embriões para o interior do útero. É sempre importante lembrar que a indicação deve ser precisa, para não passar por um tratamento dispendioso desnecessariamente e que uma vez sendo a indicação, melhorar ao máximo possível as condições do casal para o melhor resultado possível.

Voltar