Icone informações
Quero agendar
uma consulta
Icone informações
Quero mais
informações
Sobre o que você deseja saber?
Preencha os dados abaixo, selecione o assunto de interesse e receba informações exclusivas!

Quanto tempo demora para engravidar?

Quanto tempo demora para engravidar?

Postado em: 24 de julho de 2019

Muitos casais se preocupam com a demora para engravidar, mas ela é mais normal do que você pensa. Afinal de contas, a gravidez só pode se desenvolver quando a mulher está em seu período fértil, o que acontece uma vez por mês e por aproximadamente 3 dias. Ao mesmo tempo, há que se considerar a […]

Muitos casais se preocupam com a demora para engravidar, mas ela é mais normal do que você pensa. Afinal de contas, a gravidez só pode se desenvolver quando a mulher está em seu período fértil, o que acontece uma vez por mês e por aproximadamente 3 dias.

Ao mesmo tempo, há que se considerar a quantidade e  qualidade dos espermatozoides masculinos, o estresse, mudanças hormonais e vários outros fatores influenciam no alcance da gestação.

Segundo estimativas, casais com até 40 anos de idade e que mantém relações sexuais regulares engravidam em até um ano de tentativas. A idade influencia tanto a fertilidade do homem, quanto a da mulher. O homem depois dos 40 anos pode, por exemplo, passar a sofrer mais problemas como a produção dos espermatozoides e, dificuldades de ereção ou a má qualidade dos seus espermatozoides.

Já as mulheres têm sua fertilidade altamente prejudicada pela idade. As chances de uma mulher  engravidar por volta dos 35 anos é de 25% para cada mês de tentativa, esta chance passa ser de 10 % aos 40 anos e menos de 5 % após os 42 anos de idade. Depois dos 40 anos, elas caminham para a menopausa, que costuma ocorrer até os 50 anos. Na menopausa, o corpo feminino não mais libera óvulo, impedindo a reprodução de modo natural. Ou seja, por meio da relação sexual.

No processo que desencadeará a menopausa está diretamente ligado ao ciclo menstrual e ao processo de ovulação natural. A medida que a mulher vai envelhecendo a quantidade de óvulos e a qualidade dos mesmos diminuiu gradativamente e com isso as chances de gravidez também vão diminuindo com o passar da idade.

Apesar desses fatores, é sempre possível tomar algumas medidas para engravidar mais rápido. Continue acompanhando o texto e descubra!

O ciclo fértil feminino

Como citado no início deste texto, para que uma gravidez aconteça, é necessário que a mulher esteja em seu período fértil. O período fértil nada mais é do que o intervalo de tempo em que o óvulo feminino fica disponível para a fecundação pelo espermatozoide.

Funciona assim: todos os meses, a mulher passa por um ciclo menstrual. Esse ciclo se inicia no dia da menstruação, a partir daí existe um estímulo hormonal que vai promover o crescimento e desenvolvimento de alguns folículos primordiais (óvulos imaturos) até culminar com a ovulação. isto acontece geralmente no meio do ciclo menstrual.  A ovulação é a liberação do óvulo pelos ovários.

Após a ovulação o óvulo liberado tem um período relativamente curto para ser fertilizado, ou seja, que o espermatozóide pode entrar dentro do óvulo e promover a fecundação. Este período se chama “janela” de fertilização e dura entre 12 a 24 horas após a liberação do óvulo pela ovulação. Caso não ocorra a fertilização quinze dias após a ovulação inicia-se uma nova menstruação e todo processo começa novamente.

Quando o ciclo menstrual da mulher é regular, significa normalmente que ela está ovulando de dura geralmente entre 25 a 30 dias de intervalo entre uma menstruação e outra. Considerando essa contagem, a ovulação em um ciclo regular provavelmente ocorre entre o 12º e o 16º dia do ciclo.

Como a gravidez acontece?

Assim que o óvulo é liberado pelos ovários, ele fica disponível na tuba uterina feminina. Normalmente, apenas um óvulo é liberado mensalmente, mas eventualmente pode ocorrer a liberação de mais de um óvulo. Isto é mais comum quando se faz uma estimulação artificial da ovulação mas também pode ocorrer naturalmente. .

A célula reprodutora feminina permanece disponível na tuba e como foi dito anteriormente tem um período relativamente curto que ele pode ser fertilizado geralmente de 12 a 24 horas após a sua liberação.  Neste período, caso tenha relações sexuais sem o uso de um método contraceptivo, a mulher tem mais chances de engravidar. Cabe salientar que os espermatozoides podem durar até 72 horas vivo na trompa por isso consideremos que um intervalo de 3 perto da ovulação como o chamado “período fértil”

A ejaculação masculina irá liberar no corpo feminino uma série de espermatozoides. Esses espermatozoides nadam até o óvulo e, assim que um o alcança, a célula pode então ser fecundada .

A fecundação consiste na união do óvulo e espermatozoide, que vão gerar um embrião. Porém a gravidez só se concretiza após o embrião se fixar na parte interna do útero chamada de endométrio. para este processo damos o nome de implantação embrionária ou nidação.  Caso consiga se agarrar a essa parede, o embrião continua o seu processo de desenvolvimento até formação de feto. Normalmente 12 dias após a implantação a gravidez já pode ser identificada através de um exame de sangue pela dosagem do beta HCG.

E quando a gravidez não acontece?

Quando o óvulo não é fecundado na “data correta”, ele é dissolvido pelo organismo.  Depois, cerca de 14 dias após a ovulação, ele será liberado pelo corpo, junto à menstruação. A menstruação é a descamação do endométrio, que foi preparado para receber o óvulo fecundado.

O endométrio do útero é renovado a cada mês. Logo, todo o processo de preparação do corpo, liberação do óvulo e “tentativa” de gravidez se repete mensalmente, até que o casal desejoso alcance a gravidez.

No entanto, uma série de fatores pode afetar o alcance da gravidez. O principal deles é a desordem hormonal feminina, que pode ser desencadeada pelo estresse, pela mudança na rotina, por disfunções hormonais, etc. Com a desordem, o óvulo pode ser liberado antes ou depois do previsto, ou muitas vezes até nem ser liberado  dificultando  a identificação da ovulação e consequentemente do  período fértil pelo casal que está tentando engravidar.

A conclusão é simples: a gravidez exige dedicação, mas também precisa contar com a sorte. Às vezes, o casal estabelece uma rotina sexual perfeita, bons hábitos alimentares e mais. No entanto, a ovulação pode se tornar imprevisível, e adiar um pouco mais a gestação.

Quanto tempo demora para engravidar depois de parar o anticoncepcional?

Grande parte das mulheres hoje consome medicamentos anticoncepcionais. Segundo pesquisa, cerca de 79% das brasileiras usaram métodos contraceptivos só em 2015. Mas, se o desejo for engravidar, é necessário interromper o uso dos medicamentos, sejam eles de uso oral, injeção ou outro. O ideal é que a interrupção seja feita com acompanhamento médico.

O uso de anticoncepcionais  NÂO interfere em nada nas chances de gravidez.

De uma maneira geral 24 horas após a mulher parar o uso de anticoncepcional via oral o mesmo já não tem mais efeito sobre o corpo da mulher.

Entretanto alguns tipos de anticoncepcionais injetáveis principalmente os injetáveis trimestrais podem fazer com que a mulher demore a voltar a menstruar naturalmente  uma vez que a maioria da mulheres que usam este tipo de contraceptivo geralmente não menstrua. Porém a partir do momento que ela volta a menstruar normalmente não existe mais nenhuma interferência do anticoncepcional nas chances de gravidez.

Os contraceptivos sejam orais ou injetáveis não interferem nas chances de uma mulher engravidar.

Como engravidar mais rápido?

Uma série de cuidados podem ajudar a engravidar mais rápido, como você pode conferir clicando aqui. Dentre esses cuidados, dois merecem atenção especial: a frequência das relações sexuais, e hábitos saudáveis do cotidiano.

Primeiro, vamos à regularidade das relações sexuais. Nem todas as mulheres possuem um ciclo menstrual de 28 dias mas  aquela mulher que menstrua regularmente (ciclo menstrual entre 25 a 30 dias) na grande maioria das vezes ovula regularmente.

Considerando este intervalo entre uma menstruação e outra a ovulação geralmente vai ocorrer entre  o 12º e o 16º dia do ciclo.

Neste caso o casal que deseja engravidar deve intensificar as relações sexuais neste período. Não existe um padrão denumero de relacões sexuasi que o casal tenaha que ter neste periodo.

Como também já foi dito anteriormente a “janela de fertilização” é relativamente curta portanto a idéia é que se tenha a maior quantidade de espermatozoides possíveis neste período. O casal deveria ter relações sexuais pelo menos em dias alternados neste período para aumentar as chances de engravidar naturalmente.

Outra coisa que pode ajudar o casal  a identificar o período fértil é a percepção do muco cervical, uma secreção que parece “clara de ovo” que geralmente surge de 24 a 48 horas antes da ovulação. Neste caso se o muco for perceptível o casal deveria também intensificar as relações sexuais neste período.

Já uma alimentação saudável, a prática de atividade física bem como a abstinência do consumo de bebidas alcoólicas  podem ajudar a manter os níveis hormonais adequados bem .

Ao mesmo tempo, estas práticas saudáveis também aumentam a qualidade dos espermatozoides do homem, aumentando as chances de que um deles fecunde o óvulo.

Quanto tempo esperar entre uma gravidez e outra?

Se você já tem um filho, é recomendado aguardar cerca de 18 meses entre cada parto. Isso porque, esse  prazo é importante para a recuperação do corpo feminino, especialmente se o parto anterior tiver sido uma cesariana que promove uma cicatriz na parede do útero. De acordo com especialistas, o intervalo menor do que 18 meses entre um nascimento e outro favorece o parto prematuro e o baixo peso do bebê.

E se eu não conseguir engravidar?

A grande maioria dos casais vão conseguir engravidar com até um ano de tentativa. Entretanto  10 a 15% dos casais podem ter dificuldades e vão precisar de alguma ajuda para conseguirem a gravidez.

De uma maneira geral para casais onde a mulher tem menos de 35 anos considera-se até um ano de tentativa como normal para se conseguir a gravidez. Mas naquelas casais onde a mulher tem mais de 35 anos pode-se esperar até 6 meses de tentativa para engravidar naturalmente.

Caso a gravidez não ocorra naturalmente nestes períodos o casal deveria procurar ajuda de um especialista para avaliar se existe problema que pode estar interferindo nas chances de gravidez

Uma série de condições pode dificultar a gravidez, como problemas na fertilidade feminina. A endometriose, desordens hormonais, a alteração nas trompas e mais. Nos homens, as ocorrências mais comuns são a varicocele e azoospermia. Você pode ver mais sobre o assunto no texto: Infertilidade: Masculina, Feminina e Tratamentos.

Em 30% dos casos, a dificuldade de concepção ocorre devido a problemas tanto no organismo masculino, quanto feminino. Em outras 30% das situações, as causas são femininas; 30%, masculinas; e nos 10% restantes, não é possível diagnosticar as causas da infertilidade.

Logo que os problemas são tratados, é comum que o casal consiga engravidar de modo natural. Há situações, porém, em que os tratamentos não têm o resultado esperado. Ou em que a infertilidade é, na verdade, esterilidade. Ou seja, em que o indivíduo não pode conceber. Nessas situações, é possível utilizar de técnicas de reprodução assistida. A principal delas é a fertilização in vitro.

Passo a passo da fertilização in vitro

A fertilização in vitro é realizada por meio de algumas etapas básicas. Na primeira delas, a mulher passa pela indução da sua ovulação. Essa indução, ou estimulação, é feita por meio de medicamentos hormonais. Ela tem como objetivo garantir a liberação de vários óvulos de uma só vez.

Logo que liberados, os óvulos são coletados por meio de uma cirurgia simples. Então, os espermatozoides do homem também são coletados, e os gametas são levados ao laboratório. Lá, óvulo e espermatozoide são unidos, gerando um embrião.

Esse “amontoado de células” é amadurecido por cerca de cinco dias. Então, o embrião é transferido para o útero feminino, devendo se agarrar ao endométrio. Caso consiga fazê-lo, ele dará início à gestação.

Todo esse processo também pode ser realizado com o uso de gametas doados e com o auxílio de uma barriga solidária. A fertilização in vitro consegue “contornar” uma série de problemas de fertilidade, como os que impedem a chegada do espermatozoide ao óvulo.

Pronto! Agora você já sabe quanto tempo demora para engravidar. Se perceber dificuldades em alcançar a gestação, principalmente após um ano de tentativas, procure seu médico. Com a consulta do especialista, qualquer problema de fertilidade poderá ser diagnosticado e tratado.

Se for o caso, esse diagnóstico também poderá indicar uma técnica de reprodução assistida como a mais vantajosa, e então garantir a gravidez tão desejada.

Não deixe que a demora para engravidar seja um problema! Entre em contato com a Clínica GERA!