Laser e Filmagem de Embriões

Laser no exame genético dos embriões e filmagem da divisão do embrião 24 horas

Laser e filmagem de embriões são tecnologias modernas que ajudam nos tratamentos para dificuldade de engravidar.

A dificuldade para engravidar pode ser determinada por diversas causas. O casal que procura ajuda médica para engravidar deve ser minuciosamente investigado quanto as causas de infertilidade. Assim, tudo começa com uma consulta com o especialista que solicitará diversos exames. Boa parte das vezes os primeiros exames já determinam as causas de infertilidade, porém a causa pode não ser determinada, conhecida então como ISCA – Infertilidade sem Causa Aparente (ISCA).

É fácil de entender que a ISCA diminui conforme a capacidade diagnóstica do centro de reprodução humana, quanto mais recurso, menos ISCA. Assim, o exame o Testes Genético Pré-Implantacional ajuda a detectar embriões alterados (PGT). Este termo foi publicado em 2017 e engloba do PGD (Diagnóstico Genético Pré-implantacional).

Realiza-se a fertilização in vitro (FIV) e retira-se uma amostra do embrião (biopsia), que é enviado para exame genético. Esta biopsia pode ser realizada com ácido que produz um orifício na zona pelúcida (invólucro do embrião).

Nos laboratórios da Clínica GERA, como nos laboratórios modernos no mundo, a biopsia de embrião é feita com laser, que ajuda no exame genético dos embriões para facilitar a obtenção do material e enviar para exame genético, escolhendo assim os melhores embriões para serem transferidos. Os embriões com alterações genéticas podem ser descartados. O laser confere rapidez e precisão à biopsia de embrião e o PGD deve ser discutido com o casal e não ser utilizado de rotina como “screening” (PGS) em todas as pacientes. Assim, os casos devem ser individualizados para não abusar da tecnologia e onerar ainda mais o tratamento.

Filmagem de Embriões

Outra tecnologia moderna é a filmagem de embriões dentro do laboratório de fertilização. A filmagem do embrião 24 horas por dia é realizada pelo Primovision (time-lapse). Este aparelho fotografa inúmeras vezes o embrião e depois as imagens formam um filme. O objetivo é estudar filmagem da divisão do embrião 24 horas para ver o seu comportamento para escolher o melhor para ser transferido. Esta ainda é uma tecnologia em estudo, para determinar o real benefício e sua aplicabilidade, mas por se tratar de inovação que não causa dano ao embrião, a Clínica GERA foi uma das pioneiras na aquisição deste aparelho.

Como toda tecnologia nova na área da medicina, é onerosa, por isso, não é possível a utilização rotineira em todos os embriões. Assim, a filmagem do embrião 24 horas é realizada somente com consentimento da paciente para estudo e possibilita as primeiras imagens do filho ainda dentro do laboratório de fertilização.

Solicite uma conversa

Tenho Interesse