Solicite uma conversa

Criopreservação, quando fazer?

Criopreservação, quando fazer?

Postado em: 18 de outubro de 2017

Criopreservação é uma forma de preservar a fertilidade através do congelamento a temperaturas muito baixas, mas afinal, quando fazer?

Com o dia a dia muito se discute até quando postergar a maternidade, mas e a fertilidade, como preservar?

O comportamento e hábitos sociais e culturais estão mudando, assim, muitas mulheres postergam a gravidez, a fim de conquistar segurança financeira, relacionamento estável e outros fatores que fazem com que ano a ano a procura pela criopreservação aumente gradualmente. Casos oncológicos também entram neste índice, optando o casal pela preservação da fertilidade tanto na mulher, quanto no homem, com as mais avançadas técnicas de reprodução assistida.

Quando deve ser feita a criopreservação?

A criopreservação poderá ser feita a qualquer momento, nos casos dos homens consiste no recolhimento de amostras de sêmen antes de iniciar o tratamento oncológico, além de tratamentos como criopreservação de tecido testicular, entre outros. No caso das mulheres, diferentes técnicas poderão ser utilizadas, porém a escolha irá depender de diversos fatores, como a idade da paciente, o tipo de câncer que tiver, da necessidade, quadro clínico, entre outros.

Atualmente, a preservação da fertilidade feminina conta com técnicas avançadas, como: criopreservação de tecido ovariano (experimental), de óvulos, supressão da função ovariana e transposição ovariana.

O auxílio e suporte de equipe especializada em reprodução humana são essenciais para que você tenha total suporte e garanta em conjunto com o seu médico de confiança a escolha e tratamento ideal para o seu caso.

Solicite uma Conversa